Tratamento de Melasma

O Melasma é uma alteração na pigmentação da pele localizada principalmente na face e braço, chamada também de cloasma, onde a região afetada é exposta ao sol ou ao calor. Muitos são os fatores patogênicos, incluindo gestação, uso de anticoncepcionais orais, fatores genéticos e raciais. Afeta predominantemente mulheres hispânicas e asiáticas e apenas dez por cento em homens.

 

As lesões são maculares de margens irregulares de coloração marron-acastanhada, quando epidérmica; e azulada na derme; enquanto na localização mista é marrom-acinzentada. O exame com lâmpada de Wood distingue a profundidade na pele com fototipos I e II de Fitzpatrick; já em fototipos mais altos o exame não apresenta distinção.
Estudos demonstram, que tratamentos com alguns lasers podem apresentar recorrência nas lesões, ou ainda piora. Lesões de pigmentações superficiais demonstram melhoras com comprimentos de ondas curtos, já os pigmentos que se encontram na derme, com lasers com comprimentos de ondas longos são mais eficientes. A Luz Intensa Pulsada (LIP), não é recomendada para melasma dérmico, apenas para melanoses solares ou melasma epidérmico.

 

Outras terapias como peelings superficiais com fórmulas contendo ácido retinóico, glicólico, jessner, salicílico com percentuais adequados, promovem a esfoliação da pele, eliminando a melanina.
A vitamina C de uso tópico em doses adequadas inibe a ação da tirosinase, enzima responsável pela síntese de melanina, além de ter efeitos antioxidantes. A Inibição da síntese de melanina também pode ser feita através de vários clareadores como a hidroquinona, ácido Kójico, Azeláico, Arbutim e Melawhite.
O tratamento do melasma é um desafio, necessitando de terapias combinadas, além de orientações ao paciente sobre sua causa, cronicidade, riscos inerentes aos tratamentos e a indispensável proteção à radiação solar.

 

Marque uma consulta conosco e trate seu melasma com o que há de melhor no mercado!

 

Referêncis.

1. Mateus, Andréia; Palermo, Eliandre – Cosmiatria e Laser: Prática no consultório médico. Policlínica Geral, Rio de Janeiro , 2015.
2. Australasian Journal of Dermatology (2015) 56, 151-163, Review Article – Melasma: clinical diagnosis and management options. Michelle Rodrigues and Amit G Pandya

 

 

Compartilhe com seus amigos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on pinterest
Pinterest
Fechar Menu
×

Carrinho

Abrir WhatsApp
1
Olá precisando de ajuda?
Olá podemos te ajudar?
Clique no BOTÃO ABAIXO